Profissão Polícia

Edição N.145

Profissão Polícia

E a reforma das polícias brasileiras?

Como os custos para implementação de mudanças superam os ganhos imediatos, governantes e legisladores preferem a comodidade dos velhos catálogos populistas: guerra contra o crime, com mais viaturas, armamentos e policiamento repressivo nas ruas

Alexandre Pereira da Rocha

Edição N.144

Profissão Polícia

Emprego generalizado de militares e reducionismos do profissionalismo na segurança pública e na segurança nacional

Os únicos beneficiados com a improvisação de policiais militares e das FFAA, até mesmo na segurança pública enquanto projeto político de intervenção, são os grupos de interesses político-partidários que propuseram a permanência de grupos não qualificados em determinado setor

Gilvan Gomes da Silva

Edição N.142

Profissão Polícia

Plantão Digital: entre a tentativa de celeridade e a realidade na ponta da linha

Na prática, a experiência dos policiais que atuam na ponta da linha do serviço, realizando prisões e encaminhamento à autoridade de polícia judiciária, não tem refletido o objetivo da proposta. A espera, em algumas situações, tem ultrapassado 12 horas, tanto para a realidade da capital quanto do interior do Estado

Juliana Lemes da Cruz

Edição N.142

Profissão Polícia

A inefetividade de direitos humanos nas polícias

O tema tem pouca relevância para os policiais porque dificilmente gera reconhecimentos na carreira.  Por exemplo: um policial pode ser condecorado por um ato de bravura que leve à morte de suspeitos, mas dificilmente receberá alguma honraria por defender direitos dos suspeitos

Alexandre Pereira da Rocha

Edição N.141

Profissão Polícia

Profecia de Messias e Morte de Jesus

Bolsonaro já disse que o Brasil só melhoraria quando houvesse uma guerra civil que mataria 'uns 30 mil'. O contexto da fala de 1999 era outro, mas a lógica de guerra ao inimigo interno e a solução da morte são parte da profecia de Messias e da morte de vários Jesus

Gilvan Gomes da Silva

Edição N.138

Profissão Polícia

Suspeição e abordagem policial: regulamentação e profissionalização

Decisão do STJ que torna ilícitas provas obtidas em abordagens policiais com alegação vaga contextualiza práticas que estão institucionalizadas no Estado de Direito e fomenta a construção de outras soluções racionais, com múltiplos atores, aumentando a profissionalização do campo

Gilvan Gomes da Silva

Edição N.137

Profissão Polícia

Cabeça do eleitor policial e os desafios do campo progressistas nas eleições

Existe a tendência de o policial médio votar em Bolsonaro. Contudo, isso não decorreria de supostas qualidades do presidente, mas, em boa parte, de preconceitos do campo progressista ao lidar com o eleitor policial

Alexandre Pereira da Rocha

Edição N.136

Profissão Polícia

Trabalho policial militar, políticas de segurança e adoecimento mental

O medo é a tecnologia de socialização no curso de formação dos profissionais e nas atividades para manter a atenção durante todo o dia, mesmo durante a folga

Gilvan Gomes da Silva

Edição N.135

Profissão Polícia

A (ainda) alarmante quantidade de suicídios de policiais

Os comandos das polícias têm tomado algumas providências e iniciado alguns programas de prevenção ao suicídio. No entanto, o trabalhador da segurança pública está sujeito a um risco de se matar até quatro vezes maior do que qualquer brasileiro não-policial

Livio José Lima e Rocha

Mercado de armas no Distrito Federal a partir das apreensões realizadas pelas polícias

Levantamento aponta que locais onde mais se apreendem armas de fogo, nas mais variadas naturezas criminais, são justamente aqueles onde mais ocorrem crimes com armas na capital federal

Alexandre Pereira da Rocha

Violência e educação: militarizar não é a solução!

Não há solução simples e rápida para o problema da violência escolar. A escola militarizada não é viável devido a seus custos e aos métodos e técnicas limitadas e até violentas que emprega

Gilvan Gomes da Silva

Edição N.132

Profissão Polícia

Enfrentamento da violência doméstica contra meninas e mulheres

A implementação das políticas de enfrentamento à violência contra as mulheres encontra importantes entraves: a 'rota crítica', que pode explicar a subnotificação dos registros, e a dinâmica que envolve a articulação operacional das polícias Militar e Civil

Juliana Lemes da Cruz

Newsletter

Cadastre e receba as novas edições por email

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

EDIÇÕES ANTERIORES