Multiplas Vozes

Armas demais, raciocínio de menos

Apesar de não causarem muita comoção no médio prazo, somente sendo noticiados por um ou dois dias, os casos de pessoas mortas pelas próprias armas, ou de algum parente ou amigo, são relativamente comuns

Guaracy Mingardi

Edição N.153

Multiplas Vozes

Polícia Penal: sem controle externo não há saída

Exercer esse controle significa atuar por uma delimitação adequada,  transparente e condizente com as premissas legais para as atividades da polícia penal, por meio da regulamentação do uso do poder de polícia e da institucionalização de parâmetros democráticos de discricionariedade na tomada da decisão no ambiente prisional

João Vitor Rodrigues Loureiro

Edição N.152

Multiplas Vozes

O público como privado: a tentativa de “carteirada” em policiais militares de Ubá reflete o formato das relações de poder constituídas no Brasil

Em virtude das relações de poder constituídas em âmbito local, especialmente nos municípios do interior, onde os sistemas de justiça e segurança pública atuam com número reduzido de servidores, a retaliação a policiais por vias institucionais constitui uma hipótese que não deve ser descartada

Juliana Lemes da Cruz

Edição N.152

Multiplas Vozes

E agora, Guarda Municipal?

Decisão do STJ joga uma ducha de água fria em todos aqueles que estavam empenhados na militarização das guardas municipais, tornando-as forças repressivas do crime e, em especial, do tráfico de drogas

Luis Flavio Sapori

Decifrando a Esfinge: Formação, Controle e Letalidade Policial

O uso das câmeras no fardamento pode ser considerado um passo importante para romper com a opacidade dos casos de abuso no emprego da força pela polícia, mas não suficiente

Rodrigo Ghiringhelli de Azevedo e Fernanda Bestetti de Vasconcellos

Edição N.151

Multiplas Vozes

Mirando o abismo: violência letal e saúde mental de brasileiros armados

A violência extremada que amedronta alguns indivíduos, ao que parece, excita outros a se lançarem ao encontro do incerto sob a sensação de sobrenatural coragem, animada por forte emoção e descargas hormonais

Sandoval Bittencourt de Oliveira Neto

Edição N.151

Multiplas Vozes

Por que o Brasil precisa de um indicador nacional de esclarecimento de homicídios

A existência das diferentes metodologias de aferição do esclarecimento de homicídios não deve ser vista como um problema, mas como um excelente caminho para o aperfeiçoamento da gestão e atuação orientada por resultados nas diferentes organizações do sistema de justiça e segurança pública

Carolina Ricardo

Número de candidaturas de policiais nas eleições gerais de 2022 cresce 27% em relação a 2018

Os deputados-policiais têm avançado muito pouco nas propostas de reestruturação da área de segurança pública. A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO) vem fracassando na condução dos debates sobre as mudanças de que a área precisa

Arthur Trindade M. Costa e David Marques

Edição N.150

Multiplas Vozes

Uma pesquisa que virou série: sobre “PCC Poder Secreto”

Não há narrador, não há sociólogos ou jornalistas explicando o que está havendo. É pelo prisma dos que viveram o PCC e o combate ao PCC que conhecemos a história da facção

Gabriel Feltran

Edição N.149

Multiplas Vozes

‘Novo Cangaço’: conexões com outros mercados ilegais e desafios à Segurança Pública

Nos últimos anos, mudanças nas legislações vieram a facilitar a aquisição legal de armas no país e medidas governamentais reduziram seus custos, favorecendo também sua posse por quadrilhas de assaltantes

Jânia Perla Diógenes de Aquino

Edição N.149

Multiplas Vozes

O fetiche da legislação

Em ano eleitoral, principalmente nas épocas em que determinado crime ganha manchetes, é comum aparecer um legislador que apresenta um projeto punindo mais aquele crime que é a bola da vez. Agora é a hora do 'novo cangaço'

Guaracy Mingardi

Os policiais e o risco jurídico

Faria bem o governador de São Paulo se retirasse o sigilo dos Procedimentos Operacionais Padrão (POP), possibilitando seu uso nos processos judiciais. Isso diminuiria o risco jurídico a que os policiais estão submetidos, além de facilitar o trabalho da Defensoria Pública

Arthur Trindade M. Costa

Newsletter

Cadastre e receba as novas edições por email

Captcha obrigatório
Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!

EDIÇÕES ANTERIORES